Assistência Técnica  
Cursos
Dicionário Online
Eventos
Horóscopo Diário
Jogos
Links
Lista Telefônica
Notícias
Revenda
Serviços
Tempo na Cidade
Tradutor Online
WebMail
 
Iporã, 21 de Abril de 2018


: Botafogo, Flamengo e Vasco vão se reunir e podem decidir Jogo no Estad
 


     Uma reunião entre Flamengo, Vasco e Botafogo pode colocar os três clubes fora do próximo Estadual do Rio de Janeiro. A competição tem data prevista para o começo de setembro, mas a indefinição sobre ginásios adequados para a realização dos clássicos e a possibilidade de jogar com torcida única ou até mesmo com portões fechados como na última temporada, que terminou com o Flamengo campeão diante do Vasco por W.O. fez os times reavaliarem se vale a pena disputar o torneio. No momento, Fla e Vasco já se reapresentaram, o Botafogo fará isso no dia 15, mas não é possível cravar que haverá competição.

     Os episódios anteriores, classificados como "lamentáveis", colocaram os clubes em compasso de espera e reticentes. Na próxima semana, até a quinta-feira, dia 10, dirigentes de Flamengo, Vasco e Botafogo esperam se reunir para fechar questão. A conversa vai girar em torno das opções de ginásios para os clássicos, a organização, os custos do Estadual e a questão da torcida única em mata-mata com melhor de três partidas. Além disso, o Macaé, passando por problemas financeiros, não tem participação confirmada e ganhou até o dia 10 para informar se terá possibilidades de atuar. Do contrário, o Estadual teria Flamengo, Vasco, Botafogo e Campos e mesmo assim as datas seriam apertadas até o NBB, que começa provavelmente em 4 de novembro.

     Presidente da Fberj, Álvaro Almeida disse não ter recebido qualquer posicionamento dos clubes e informou que a única questão em aberto é a participação do Macaé. Apesar disso, também mostrou-se preocupado com os ginásios do Rio de Janeiro.

     - A Federação não pode obrigar os clubes a jogarem. Não recebemos qualquer informação de que os times não irão disputar. Tivemos o arbitral normalmente, conversamos sobre a questão da torcida única. Mas é claro que o Rio de Janeiro vive um problema. Uma cidade olímpica em que o legado não é usado. O Rio de Janeiro tem quatro equipes no NBB, um momento como a muito não se via, os clubes estão com estrutura, mas esses outros problemas persistem. Espero que dê tudo certo para o campeonato - disse Álvaro Almeida.

 




GOOGLE
GOOGLE
Twitter Twitter
ANÁLISES CLÍNICAS
DRa Aline Martins
AO VIVO - RADIO CULTURA
Anuncie Aqui
ANA MORENA - ENTRE NA MODA - 3652-2664